Arquivo

Archive for the ‘Handmade’ Category

Artesanato no catálogo

Tomei conhecimento dessa rede por e-mail e fiquei muito feliz com a notícia. A Asta é uma rede de artesões do Rio de Janeiro, são 32 grupos e mais de 600 artesões que desenvolvem produtos exclusivos a partir de materiais ecológicos, como bambu, piaçava, fibra de bananeira, retalhos, jornal e cerâmica.

A rede surgiu a 3 anos, e hoje é a primeira rede de venda direta de produtos de economia solidária do país, com sistema de vendas por catálogo. O mesmo sistema utilizado para venda de cosméticos, com revendedores espalhados por todo o Brasil.

Dando uma passada rápida no Catálogo você pode conferir a diversidade de matérias primas e opções de produtos, alguns lindos, outros de gosto duvidoso. Mas é uma ótima forma de vender os produtos artesanais sem passar por diversos atravessadores, que geralmente aumentam em 100, 200, 300% o preço final e ficam com a maior margem de lucro na cadeia.

Para acessar o site da Asta e baixar o catálogo em PDF, clique aqui e para ver o vídeo que divulga o trabalho da instituição, clique aqui.

Recriando com fibras

março 29, 2010 3 comentários

Pessoal, pra quem viu aquele post meses atrás sobre flores de bananeira (clique aqui pra ver novamente), aqui vai uma boa notícia: Agora as artesas do Recriando com Fibras, que fazem aquelas flores lindas com fibras de bananeira, tem um site – http://recriandocomfibras.no.comunidades.net onde você pode conferir os outros trabalhos dessas mulheres caprichosas e criativas.

Categorias:Handmade Tags:, ,

Recycled

fevereiro 17, 2010 Deixe um comentário

Flores recicladas de alumínio, crochê e ‘otras cositas mas’. Da artesã americana Mary Anne Enriquez. Encontrei no Flickr.

Categorias:Handmade Tags:, ,

Rosas e Turquesa

fevereiro 2, 2010 8 comentários

Resolvi colocar minhas habilidades manuais a prova. E com alguns achados e a ajuda de pessoas queridas (pai, mãe e noivo), consegui concluir o meu pufe nesse fim de semana.

A base é de um cesto em inox de lavadora de roupas. O tecido floral é da Karsten, linha Bio_décor.

O banquinho vermelho do lado também foi pintado por mim, comprei ele em madeira crua na Leroy Merlin e pintei com tinta spray esmaltada. Agora o banco, o pufe e a Milá, decoram minha sala com muito colorido. 😉

Fofys Factory

janeiro 28, 2010 2 comentários

Ontem, andando pelos páginas do De(coeur)ação, encontrei essa dica e a-do-rei. Quem é fascinado(a) por coisas fofas e de bom gosto, também vai.

A Fofys Factory é de uma mineira que mora em Florianópolis, aqui na terrinha, e ela está arrasando na internet com sua loja virtual. A loja é virtual, mas as criações e a vida da Carol Grilo são bem reais, e isso me entusiasma. Das centenas de produtos que essa arquiteta de profissão e artista de coração cria ao lado de sua mãe, estão necessaires, porta-celulares, puxa-sacos, porta-moedas, baby bags, porta-maquiagens… uma coisa mais linda e mais exclusiva que o outra. Todos os objetos são únicos e feitos com carinho especial. Vai ver que é esse o motivo do sucesso.

Pra conferir mais (e por que não comprar?), você pode entrar no site dela (fofysfactory.com.br), no flickr (flickr.com/photos/fofysland) ou no blog (fofysland.blogspot.com/).

Detalhe, virei fã dela, não só por causa do trabalho, mas porque ela também tem uma gata, a Beterraba. 🙂

Coisas da vida que virá

novembro 13, 2009 1 comentário

Hoje me deparei com um novo blog, que eu adorei conhecer, é o blog da Ana Sinhana, que não só escreve coisas muito interessantes, como também faz pinguins de geladeira que são uma graça .

Li um post dela, que além de ser divertido, me identifiquei muitíssimo, pois é exatamente assim que almejo minha velhice (se eu chegar lá…rs) Eis o que ela diz:

“Há uns dias, estive num evento que me surpreendeu de forma surpreendente. E a redundância é proposital, pra mostrar que a surpresa foi além da conta. Nunca vi tantas senhorinhas de bengala aparecerem todas juntas num mesmo lugar!

E, surpresas à parte, eu e minha amiga mais criançona (que, aliás, faz toys nas horas vagas), começamos a divagar sobre nossa própria velhice enquanto observávamos as meninas da melhor idade. E tomamos algumas decisões importantes.

Primeiro, seremos velhinhas modernosas e bacanas. Nada de conjuntinhos de jérsei, nem blusa de javanesa florida em composê com a calça. E não vamos abandonar os nossos all star brancos nunca (já falei que amo de paixão all star branco?), nem mesmo sabendo que as sapatilhas preferidas das nossas mães (curiosamente chamadas Moleka) é macia, confortável e perfeita para pés cansados de guerra.

Também não deixaremos as madeixas brancas. Eu, desde sempre aviso que terei os cabelinhos curtos e roxinhos de rinsagem, já que não tenho coragem de fazer nenhuma grande loucura capilar por agora. Deixarei os desatinos pra velhice.

E, claro, rimos um monte de outras bobagens, como: morar numa república de vovós no Copan, fazer raves da terceira idade, dar aula de yoga na praça da República (a Paty se encarregará disso), usar bengalinha com caveira na ponta, vender porta-dentadura handmade…

Mas, brincadeiras de lado, cheguei à conclusão de que também sou criançona e espero que isso não seja um dilema no futuro. Adoro coisas engraçadas, que agucem o lado lúdico e colorido da vida. Me diverto a valer vendo desenho animado, comprando livros infantis e brinquedos. Sim, brinquedos. Ainda que a minha mania de Blythes tenha arrefecido um pouco, vez ou outra pego minha Manon (um doll linda, um dia eu mostro) e troco a roupinha, só pra lembrar de brincar.

Hoje ainda tenho a desculpa de ter filho pequeno e posso me divertir à vontade, sem dar bola para o julgamentos dos adultos chatos. Mas como será na hora em que eu me tornar uma old kidult? Será que isso passa?
Será que trocarei as coisas cute e coloridas por lenços de seda estampados?
Sei lá. Mas me agarro firmemente na possibilidade de ser uma vovó descolada, com netos idem que me acompanhem em todos os lançamentos da Pixar.”

Para ler o post na íntegra, clique aqui.

Categorias:Handmade

Fase gatinhos

novembro 12, 2009 Deixe um comentário

Estou numa fase ‘gatinhos’… – apesar da minha gatinha estar me dando trabalho brincando de jardineira, ela derruba pelo menos um vaso por dia! 

Achei esses objetos de desejo fofos, feitos de crochê no A Quitanda, criação de Maryangela, do Planeta Amigurumi. 

Eles medem 10 cm de altura e estão a venda pelo site.

kitty1kitty2

 

Categorias:Handmade
%d blogueiros gostam disto: